notícias

Dia do Automóvel: 5 momentos marcantes para a história automotiva no Brasil

Publicada: 13/05/2022

Hoje, dia 13 de Maio, comemoramos o Dia do Automóvel, invenção que molda nossas vidas, rotinas, economia e muito mais. Aqui na Metalli, produzimos diversos tipos de aço pensados para atender a indústria automotiva, possibilitando diversos acabamentos, resistência, segurança, dentre outras características sem as quais um veículo não poderia funcionar propriamente.

Para homenagear estas obras-primas da mecânica, engenharia e indústria, a matéria de hoje será dedicada a relembrar cinco dos mais marcantes acontecimentos na história automotiva brasileira. Dias com certeza fundamentais para definir completamente todo o futuro da história! Vamos lá?

 

25 de Novembro de 1898 – O primeiro veículo

Neste dia, o porto de Santos recebia o primeiro carro importado de Paris, que havia sido encomendado pelo famoso pai da aviação no Brasil, Alberto Santos Dumont. Tratava-se de um Peugeot a gasolina, de 3,5 cavalos-vapor e dois cilindros, que pode ser conferido na capa desta matéria. Dumont havia investido nele uma quantia de 6.200 francos, e mais tarde o transportou até São Paulo. Assim, nasce a era automobilística no país.

 

Curiosidade – as viagens de carro

Você já imaginou levar 33 dias para percorrer 700km de carro? Sim, mais de um mês foi necessário para ir do Rio de Janeiro a São Paulo com um Brasier de 16 cavalos-vapor no ano de 1908.

Fonte: Acervo MIAU

 

1º de Maio de 1919 – a primeira montadora

Dois anos antes, o estado de São Paulo já contava com uma frota de 2.600 automóveis. Sendo assim, a Matriz Ford nos Estados Unidos decide abrir uma filial no centro de São Paulo. A montadora importava e montava peças do Ford T, também conhecido por Ford Bigode.

Posteriormente transferida para outros endereços e otimizada para uma linha de montagem em série, a filial funcionou até por volta de 1950. Outras montadoras começam a se instalar a partir de 1919, claro, tais como a General Motors e a International Harvester do Brasil, destinada à montagem de caminhões.

 

Ano de 1948  – a primeira carroceria de ônibus nacional

Muito antes, em 1924, foi produzida a primeira carroceria produzida em série: a chamada “Mamãe Me Leva”, que usava madeira e levou o apelido pelo costume de “sempre ter espaço para mais um”, apesar da capacidade estabelecida para 12 pessoas. 24 anos depois, e temos metal na história! No ano de 1948, a General Motors conquista o feito de produzir a primeira carroceria de ônibus completamente metálica e de matéria-prima nacional.

 

5 de Setembro de 1956  – o primeiro carro brasileiro

Neste dia, acontecia o lançamento do Romi-Isetta, pensado para ser compacto e urbano e fabricado pelas Indústrias Romi. Seu design foi inspirado em conceitos da aviação, e possuía apenas uma porta dianteira. Com apenas 1,38m de altura, bater a cabeça no teto era comum! Além disso, sua velocidade máxima era de 85km/h. Foram produzidas 3.000 unidades em seus 5 anos de linha.

Fonte: Romi-Isetta/Facebook

 

Ano de 1961  – a primeira exportação de veículos comerciais

Em 1961, o Brasil fez sua a primeira exportação de veículos comerciais. O veículo em questão era um ônibus Mercedes-Benz O-321, e 380 unidades foram levadas do país até a Argentina e a Venezuela. Poucos anos depois, em 1969, acontece a primeira exportação de veículos leves, na qual 3 unidades de Opalas da Chevrolet foram enviados para o Chile.

Fonte: Acervo MIAU

 

Selecionamos apenas alguns momentos históricos, mas você está mais do que convidado(a) a investigar e conhecer essa vasta história, que merece muitas e muitas matérias de homenagem. Os automóveis movem o Brasil e o mundo!