notícias

Dia Nacional do Aço: história e curiosidades

Publicada: 08/04/2022

Amanhã, dia 9 de abril, é comemorado o Dia Nacional do Aço, invenção que nos move. Ele está conosco em mais momentos do que podemos imaginar, e por isso merece uma matéria como homenagem! Por isso, no texto de hoje, acompanhe-nos em uma breve retrospectiva do aço e da sua importância para o homem.

 

Idade do Ferro

Até então, o bronze era a liga mais utilizada para o desenvolvimento de ferramentas e armas. Com a descoberta do ferro, entretanto, o bronze foi sendo substituído por ser menos resistente. Isso marca a Idade do Ferro, que se iniciou em 1.200 a.C. e foi o última etapa da Pré-História. Ela marca o uso de tal material para técnicas agrícolas e ferramentas de guerra usadas na expansão territorial de povos.

Existem também pesquisas apontando que o ferro foi descoberto por acaso ao derreter pedras contendo o minério em fogueiras, entre 6.000 e 4.000 a.C. Outros estudos, por sua vez, apontam que tribos asiáticas extraíam o material de meteoritos.

De qualquer modo, a liga foi sendo usada para armamentos, sinos, portões, placas etc. O aço como conhecemos hoje, todavia, foi descoberto por Henry Bessemer, engenheiro metalúrgico. Em 1856, Bessemer reduziu o teor de carbono do ferro e entendeu como torná-lo aço. Esse processo foi sendo aperfeiçoado no século XIX, com fornos capazes de remover impurezas do ferro e adicionar componentes para aperfeiçoamento. Isso permitiu que o aço passasse a ser usado no setor industrial.

 

Aço no Brasil e surgimento do Dia Nacional do Aço

Com os minérios promissores de Minas Gerais, as primeiras usinas passaram a surgir com a chegada da Família Real. Confira, abaixo, uma linha do tempo do aço no Brasil:

  • Séc. XX – O mercado passa a crescer com a industrialização crescente
  • 1921 – Surge a Companhia Siderúrgica Mineira, posterior Siderúrgica Belgo-Mineira
  • 1937 – É inaugurada a usina de Monlevade, com produção anual de até 50.000 ton de lingotes de aço. No mesmo ano, outras duas companhias são fundadas (de Barra Mansa e de Barbará)
  • 1941 – Fundação da Companhia Siderúrgica Nacional em 9 de abril. A partir daí, surge o Dia Nacional do Aço. A fundação da CSN foi essencial para tornar o país menos dependente de importações
  • 1950 – A produção de aço bruto alcança 788 mil toneladas
  • 1970 – Esse número já soma para 5,5 milhões de toneladas
  • 1991 – Inicia-se a privatização das siderúrgicas

 

Dias atuais

Essa incrível história faz do Brasil hoje o país com o maior parque industrial de aço de toda a América do Sul, além de ter a maior produção da América Latina, ser o 6º exportador líquido e 9º produtor de aço no mundo.

O aço não move apenas a Metalli, mas o Rio Grande do Sul, o país e o mundo todo. Ele está presente na sua cozinha (eletrodomésticos), no seu bolso (smartphones), em todos os tipos de indústrias e por toda a sua cidade, na construção civil. O mundo como o conhecemos atualmente é moldado pelo aço!

 

Dados encontrados no site Instituto Aço Brasil. Acesse: https://acobrasil.org.br/site/