top of page
  • Metalli Aços

Alívio de tensão em aços: o que é, para que serve e mais



O alívio de tensão, também conhecido por recozimento sub-crítico, é um procedimento que se aplica, no geral, a peças de ferro fundido, aço inox e aço carbono. Trata-se de uma etapa muito importante para trabalhos que envolvem deformação a frio, usinagem e soldagem, dentre outros casos.

Continue lendo para responder suas principais dúvidas a respeito do assunto! Lembrando que sempre deve se levar em conta as instruções do fabricante, e que nossa equipe técnica está pronta para te orientar sobre essa e outras questões durante a escolha do seu aço.

O que é o alívio de tensões?

O alívio de tensões é um processo no qual realiza-se o tratamento por aquecimento a uma alta temperatura que está necessariamente abaixo da sua temperatura de transformação (por isso o nome “recozimento sub-crítico”), seguido de resfriamento por meio do ar.

O processo não surte efeito algum nas propriedades químicas e mecânicas da peça, diferentemente da normalização. Além disso, é possível realizá-lo por períodos prolongados, intensificando seu efeito. Bem, e qual efeito é esse?

A que casos o alívio de tensão se aplica?

Esse procedimento, como o nome diz, objetiva aliviar tensões absorvidas e acumuladas por outros processos posteriormente realizados. Alguns deles são:

  • Estresse térmico

  • Tensão residual

  • Tensão estrutural

São inúmeros os casos que resultam nesses tipos de tensão. Como citamos anteriormente, algumas das as atividades que mais geram tensão são a deformação a frio, a usinagem e a soldagem. Também vale destacar que peças com as seguintes características tendem a necessitar mais de alívio de tensões:

  • Peças de elevado teor de elementos de liga

  • Peças que passam por fadiga frequentemente

  • Peças com elevadas espessuras

Quais são as vantagens que o alívio de tensão traz?

O alívio de tensão proporciona:

  • Aumento de ductilidade

  • Aumento da resistência à fadiga e corrosão

  • Redução de empeno

  • Diminuição da dureza

Outra vantagem é a prevenção de alterações indesejadas. Afinal, a tensão armazenada no aço pode ser liberada desenfreadamente em outros processos, na forma de alterações de dimensão, por exemplo.

Como deve ser feito o alívio de tensão?

Relembrando: o alívio de tensões é feito pelo aquecimento em altas temperaturas abaixo da temperatura crítica (antes que ocorra mudança de fase), seguido de resfriamento por ar. Mas cuidado! Alguns detalhes devem ser observados a fim de atingir o resultado desejado, e não o seu oposto.

Primeiramente, o aquecimento deve ser uniforme e lento, de modo a atingir toda a seção transversal. Depois, a temperatura deve ser mantida por certo período, conhecido por período de encharque ou de patamar. Por último, o resfriamento deve também ser feito de forma lenta e uniforme. Afinal, queremos aliviar tensões, e não as aumentar!

Veja que não indicamos temperaturas porque elas dependem do tipo de aço. Podemos afirmar, entretanto, que aços carbono respondem bem a tratamentos superiores a 500ºC. No geral, menos do que 400ºC não ajudará muito.

Esperamos ter ajudado você com nosso conteúdo! Para saber mais, acesse nossas outras notícias.

203 visualizaciones0 comentarios

Comentários


bottom of page