top of page
  • Metalli Aços

Como temperar o aço 1045 – aprenda sobre temperabilidade, métodos e mais


O aço 1045 é aplicado na fabricação de componentes que demandam uma resistência mecânica maior quando comparado aos demais aços de baixo carbono. Sendo assim, a partir dele são feitas peças para as indústrias agrícola, automobilística, de máquinas, entre outras. Podemos citar a fabricação de eixos, cilindros, colunas, pregos, parafusos, braçadeiras, pinças, pinos, grampos, ferrolhos, etc.

Algumas características desse aço são:

  • Médio teor de carbono

  • Boa soldabilidade e usinabilidade

  • Resistência média

Antes de definir as melhores maneiras de temperar o aço 1045, vamos definir alguns conceitos:

O que é temperabilidade?

A temperabilidade é definida pela capacidade que determinado aço tem para formar martensita (forma dura e de estrutura cristalina). Outra definição é a capacidade de endurecer um aço a partir de um resfriamento que, por sua vez, parte da austenita (solução sólida de carbono e ferro formada através do aquecimento).

Com a temperabilidade, podemos estabelecer se um objeto é resistente ao endurecimento e se ele pode ser feito de maneira mais enrijecida. Há uma relação diretamente proporcional entre o volume de martensita do aço, sua dureza, quantidade de carbono e temperabilidade.

Como funciona a têmpera no geral?

A têmpera é um processo de variação térmica feita para reestruturar as moléculas do material. Primeiramente, o material é aquecido até sua temperatura de austenitização (formação de austenita). Aguarda-se um tempo até que o processo se torne homogêneo e, em seguida, é preciso remover a fonte de calor e resfriar a peça. Essa etapa pode ser feita de modo rápido ou não e a partir de vários meios (água, óleo, etc.). Para um maior resfriamento, é necessário realizar uma salmoura com constante agitação.

O objetivo da têmpera pode ser formar a martensita, que torna o aço duro. As chances de que isso aconteça aumentam conforme a rapidez da taxa de resfriamento aumenta também. Sendo assim, é consequência que a espessura do aço afete no resultado da têmpera: aços mais espessos resfriam mais lentamente, proporcionando um material mais dúctil e menos duro.

Ao temperar um aço, às vezes é comum adicionar elementos de liga que atuam como facilitadores. Sua adição, entretanto, deve ser realizada com cautela para não afetar nas demais propriedades do aço.

Têmpera do aço 1045

É possível resfriar o aço 1045 com água, polímero ou óleo. Os dois primeiros são indicados para seções maiores de 10mm, enquanto o óleo, para seções de até 10mm.

Resfriamento com água ou polímero

  1. Austenitização em temperaturas no intervalo de 820 e 850ºC

  2. Aquecimento por uma hora para cada 25mm de espessura

  3. Resfriamento em água ou polímero.

Resfriamento com óleo – o temperamento deve ser feito a partir de 840 a 860ºC.

Esperamos que o nosso conteúdo tenha te ajudado! Lembre-se que você não está sozinho: temos uma equipe especializada e preparada para te indicar o melhor aço conforme o seu projeto e as suas expectativas. Para saber mais, entre em contato!

1057 visualizaciones0 comentarios

Comments


bottom of page